All for Joomla All for Webmasters
A Unimed publicou ontem um anúncio de meia página em cores na Folha da Manhã divulgando que encerrará no dia 24 de dezembro de 2017 o convênio com a Rad-Med. O assunto já vinha sendo debatido no meio médico, nas redes sociais e havia sido tema de nota na coluna de Esdras, na Folha da Manhã.
 
A medida faz parte de uma tendência da Unimed em tentar concentrar em seu próprio hospital os serviços, buscando economia de custos. Na outra ponta estão os usuários que passam a ter menos opções e temem o aumento no tempo de espera e a queda de qualidade dos serviços de exames e diagnósticos por imagem.
 
Anos atrás a Unimed tentou descredenciar o Laboratório Plínio Bacelar, referência na região em análises e pesquisas clínicas, para direcionar os exames para o seu hospital em laboratório próprio. Após um embate judicial patrocinado pela Defensoria Pública em prol dos usuários, com vitória liminar, houve um acordo depois da mudança de direção da Unimed, tendo sido o descredenciamento revertido.
 
De maneira análoga a Rad-Med é referência na região em serviços de exames e diagnósticos por imagem. Assim como o Plínio Bacelar, presta serviço de excelência em sua área. É uma tarefa hercúlea tentar substituir os seus serviços por um próprio, dentro do hospital, sem causar prejuízos aos usuários.
 
Já estão sendo colhidas na Internet assinaturas em um abaixo-assinado público para sustar o encerramento do convênio por parte da cooperativa. É provável que usuários e Rad-Med busquem os seus direitos para reverter o descredenciamento programado pela Unimed. Espera-se que, como no caso do Plínio, um acordo deixe todas as partes satisfeitas.
 
Folha da Manhã
Compartilhe:
Share
No Tags

Artigos Relacionados

Patrocinadores

error: Esta ação não é permitida